Vida, eterno porto de meditação
(OlhosDe£in¢e)

Na dança suave dos pássaros
entre os azuis miscíveis do firmamento,
percebo um cenário perfeito
para a meditação serena.

O sol, no findar do dia,
tinge as bordas do céu
com o vermelho dourado,
levando-me a refletir
sobre o mistério que
envolve a vida.

Vida, mestra de sabedoria,
em que só aprende
aquele que consegue
diferenciar nos detalhes
o valor de seu existir.

Vida, eterno porto de meditação,
nuances de luzes
a iluminarem o crescer da alma!

Curitiba / Brasil
18 de junho de 2004


*******
Alma serena
José Carlos (Poeta Londrino)

Encontro-te, alma serena, nesse infinito
entre a fria razão e o ardor da indagação,
sob a luz dúbia de um incerto destino.

Ao planger lânguido dessa mesma melodia,
recolho as flores perfumadas de simplicidade
e liberto a minha alma de toda a vã agonia.

Deixo agora voar atento o meu pensamento
pelos horizontes da justiça e da bondade...
e sonho varrer do mundo todo sofrimento.

Enfim, alma serena, chegamos ao cais da vida...
Dá-me a tua mão e viajemos agora no imprevisível,
almas unidas nessa procura longa e indefinida...

Nelas / Portugal
13 de Dezembro de 2004

http://geocities.yahoo.com.br/poeta_londrino

*****

Clique na figura abaixo 
e envie esta página para até 10 pessoas


CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

 Home

OlhosDe£in¢e

webdesigner
*Ja(Mulher)*