Vendaval e brisa
 (Lêda Mello)

Chegas sem aviso e vais sem despedida.
Tua inconstância não é mero acaso!
Quando os sentimentos tratas com descaso,
Cumpres, iludido, teu programa de vida.

No palco do amor, encenas teus abraços,
Já memorizada a cena derradeira:
Partes, em remoinho, fazendo a poeira
Que cobrem as marcas feitas por teus passos.

Como um vento brando, junto a ti cheguei.
Do amor, o pólen, em teu coração plantei
Que, em meio estéril, enfim, não fecundou.

Para nós, assim, desfecho desigual...
Em minha vida fostes como vendaval,
Em tua vida fui brisa que acalentou.

(Do livro MEUS SONHOS)
Arapiraca (AL) - Brasil
 
*********
 
Créditos:
 Midi:moonlight_love
Imagem: Fazenda Santa Rita (uso exclusivo
do site OlhosDeLince. Proibido uso e reprodução)
 

*********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail
 


webdesigner:
*Ja(Mulher)*

melhor visualização: 1024x768
 

 

                        Foto digital: Silvane Sabóia