Tu
(Antonio Sanches)

Na calma líquida deste mar
Sou eterno pensamento
Sem limite
Sem fronteiras
Sem mim,em corpo.
Sou eu total absoluto.
Na caminhada da montanha
Sou vento
Sem tempestade
Sou o gorjeio das aves
E a floresta
Mas acima de tudo
Sou o ombro que apoia a tua cabeça
Na hora do choro
O ouvido que te escuta
E a palavra que precisas
Mas sou tudo isso
Porque tu és tu

********

Tu és...
(OlhosDe£in¢e)
 
Tu és...
O mar calmo e límpido
O pensamento que me envolve
Em ondas de sonhos
Emergindo nas nuvens deslizantes
Que acalmam o meu querer.
 
Tu és...
A brisa que roça os meus cabelos
E que beija o rosto meu.
 
Tu és...
A ave de melodia sonora
Que embeleza
O meu momento de saudade.
 
Tu és...
Aquele que me acolhe em teus braços
Reduto de meus lamentos
Aquele que me acaricia
Transportando-me
Ao reino encantado do amor.
 
Tu és...
Meu veleiro em águas cristalinas
O meu amigo
O meu amor
O meu tudo!
 
Tu és...
O sonho do qual não quero acordar!
 
Curitiba, 21 de maio de 2007.
Às 10h20

Musica: Tenderly -

 *********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail

OlhosDe£in¢e


webdesigner:
*Ja(Mulher)*