Trastes
 (Humberto Rodrigues Neto)

Por mim divinos sonhos vaporosos
passaram como nuvem fugidia;
passaram rubros lábios suspirosos,
que aos meus, ousadamente, comprimia!

Passaram corpos de prazer fogosos,
que em louco arroubo contra o meu premia,
crispando-os de arrepios voluptuosos,
em síncopes de estranha fantasia!

As paixões todas que vivi, contudo,
gozei sempre a supor que aquilo tudo
fosse mera rotina vida afora...

Mas o tempo, em tristíssimos contrastes,
transformou tudo aquilo em velhos trastes
que a vida aos poucos vai jogando fora!

São Paulo / Brasil
 
*********
 
Créditos:
 Midi:Ernesto Cortazar:the_pianist_is_playing_our_song
Imagem: Fazenda Santa Rita (uso exclusivo
do site OlhosDeLince. Proibido uso e reprodução)
 

*********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail
 


webdesigner:
*Ja(Mulher)*

melhor visualização: 1024x768
 

 

                        Foto digital: Silvane Sabóia