Sublime é o amor
(OlhosDe£in¢e)

Interpretação: Astir Car*

Em visão de pétalas bailarinas,
ao som do ritmo do coração,
dois seres apaixonados
se entregam ao amor,
que pela mágica do encontro de almas,
se tocam, se aquecem e se amam...

No leito aveludado,
coletor de diálogos apaixonados,
dois corpos entrelaçados,
tateiam a pele em Pianinho
e crescem...
em turbilhões de desejos,
atraídos pelos encantos do amor.

Sublime é o encontro do amor!
O amor da entrega,
o amor da alma, o amor do coração,
o amor do carinho, o amor da volúpia,
nos amantes que embevecidos,
exploram a magia da sedução,
transformando a amada,
em um misto de anjo e de messalina,
que se entrega nas mãos do amado,
fazendo do momento um ritual de encanto.

Mágico é o momento...
As estrelas despertam
da letargia da noite,
trazendo com o seu luzir
um cálido esplendor,
aos protagonistas de um amor,
embalados pelo ritmo do coração
que ama, que sorri, que deseja,
que vive a concretização,
do sonho idealizado.

Sublime é o amor...
que embeleza a vida dos enamorados,
que finalmente se encontram,
para caminharem lado a lado,
na verdade de suas vidas.

Fazenda Santa Rita, 18/02/2007
Às 3h40

Midi: Leaves in the wind - Ernesto Cortazar
*********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail

OlhosDe£in¢e


webdesigner:
*Ja(Mulher)*