Revelação
 (Regina Coeli)

Se o tempo me guardou pra um só instante
Do qual minh´alma, sábia, se afastou,
Desato-me daquele que me atou
E faço do meu corpo o teu amante.

Passeio em ti de um jeito apaixonante,
Revelo os meus contornos no que sou;
Instigo-te a um prazer que sazonou
Na espera, e hoje me faz doce bacante.

E com meus pés, caminhas meus caminhos,
Abres clareiras pra tua luz passar,
E vens, ó meu farol, luzir meus ninhos...

No teu suor, essência a perfumar,
Eu lavo as mãos e dedos tão sozinhos
E mato em ti a sede de me amar!
 
*********
 
Créditos:
 Midi: an_affair_to_remember
Imagem: Fazenda Santa Rita (uso exclusivo
do site OlhosDeLince. Proibido uso e reprodução)
 

*********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail
 


webdesigner:
*Ja(Mulher)*

melhor visualização: 1024x768
 

 

                        Foto digital: Silvane Sabóia