Quando o amor se vai...
    (João de Assis &
OlhosDe£in¢e)
    
    Quando o amor se vai...
    Tudo fica vazio ao nosso redor...
    Os dias se tornam cinzentos...
    O por do sol, que tanto nos inspirou, se veste agora
    com seu manto amarelo-nostálgico...
    As noites ficam longas e frias...
    Nossos sentidos se emudecem...
    E tudo se complica...
    
  
  Quando o amor se vai...
    O coração chora,
    o aceno do adeus,
    são as lágrimas a deslizar,
    nas faces que outrora,
    recebiam suaves beijos de amor.

    
    Quando amor se vai...
    Vai com ele todas as nossas forças...
    Fica-nos a impressão de que a porta do inferno
    se abriu, e se prepara para nos engolir...
    Vai-se toda a nossa alegria, todo nosso encantamento...
    E em troca, fica-nos a certeza de que ele não encontrou
    guarida, em nenhum de nossos corações...
    
   
Quando o amor se vai...
    A luz da alma se apaga,
    o olhar fica opaco,
    as mãos perdem a suavidade do carinho,
    os lábios secam, 
    perdem o gosto da paixão.

    
    Quando o amor se vai...
    fica um grande vazio...
    fica uma esterilidade...
    fica um desalento...
    E tudo... tudo se transforma em dor,
    que dói numa saudade...
    
   
Quando o amor se vai...
    A vida perde o brilho,
    as flores perdem o viço,
    os momentos felizes são agulhas
    a alfinetarem a saudade.

    
   Cruzeiro.10/07/2005
    Curitiba, 23/07/2005

*******
Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!


Home 

OlhosDe£in¢e

webdesigner
*Ja(Mulher)*