Palhaço também chora
 (Humberto Rodrigues Neto)


Ambos jovens, aos palcos desta vida,
subimos, cada qual com seu papel;
vivendo ora a comédia divertida,
ora um enredo de ilação cruel.

Interpretamos cada riso ou pranto,
apaixonada e primorosamente,
e ao longo do sucesso que era tanto,
a vida foi andando para a frente.

Mas eis que um dia, entre um ato e outro,
do amor o enredo a declinar começa;
sais de um roteiro e te colocas noutro,
rendida ao charme do vilão da peça!

De principal ator eu regredi
ao vil fantoche que tu vês agora;
finda a comédia é que eu compreendi
por que é que às vezes um palhaço chora!

São Paulo / Brasil
 
*********
 
Créditos:
 Midi:Ernesto Cortazar:the_pianist_is_playing_our_song
Imagem: Fazenda Santa Rita (uso exclusivo
do site OlhosDeLince. Proibido uso e reprodução)
 

*********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail
 


webdesigner:
*Ja(Mulher)*

melhor visualização: 1024x768
 

 

                        Foto digital: Silvane Sabóia