Memórias no tempo
 (Lêda Mello)

Quando te assaltarem os golpes da vida
Coração dorido, caminhar incerto,
Ao redor, o mundo for como deserto
Onde não encontras repouso e guarida...

Quando, do adeus, provares o sabor
E buscares, ávido, naquele momento,
Pelo lenitivo do esquecimento
Que esvazie a taça, leve a tua dor...

Quando pranteando a ilusão perdida,
Num último suspiro de alma sofrida
Nada mais restar das tuas esperanças...

Deita a tua dor, entrega-te inteiro
Nos braços do tempo, sábio conselheiro
Que dilui, em névoas, todas as lembranças.

Arapiraca (AL) - Brasil
 
 
*********
 
Créditos:
 Midi:moonlight_love
Imagem: Fazenda Santa Rita (uso exclusivo
do site OlhosDeLince. Proibido uso e reprodução)
 

*********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail
 


webdesigner:
*Ja(Mulher)*

melhor visualização: 1024x768
 

 

                        Foto digital: Silvane Sabóia