Mar e saudades
(Caio Lucas/
OlhosDe£in¢e)

Tentei ser mar,
um dia fui porto,
esperei na beira da praia pelas
ondas de carinhos que não vieram.

Tentei ser as ondas de carinhos,
que chegavam mansamente
no porto de seu coração.
Tentei! Ah! Como tentei!


Deixei o sorriso ir com o vento
que traz a maresia,
tento não me entristecer,
mesmo assim,
algumas gotas salgadas
escorrem pelo rosto.

Você não sabe,
mas o seu sorriso peguei,
quando a brisa passou
e as lágrimas discretas
que você derramou,
magicamente as sequei.

A saudade vem cada vez mais forte,
o amor não sai do peito.

É tão forte essa saudade,
que já se tornou cativa dentro de mim.

*****
Clique na figura abaixo
e envie esta página para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home

webdesigner:
*Ja(Mulher)*