Magia e Encanto
(João de Assis)

Eu estou aqui... bem aqui, onde seus olhos me alcança...
Tua inveja não se justifica... 
eu não tenho ninguém ao meu lado...
Te confesso que tentei substitui-la, sim,
 mas não consegui...
Não podia e nem queria ficar sofrendo...
Mas as lembranças... 
as doces lembranças do nosso convivio,
falaram mais alto, e se impuseram sobre minha vontade...
Até hoje sinto o frescor do teu hálito...
Até hoje os meus ouvidos guardam os sons dos teus lábios..
Até hoje sinto teu perfume envolvente...
Até hoje carrego comigo o calor do teu corpo,
sentido nas vezes em que provocamos o
eclipse dos nossos corpos...
Tu fostes e serás sempre 
a unica mulher da minha vida...
Eu bem sei por onde andas... 
e também, que como eu, vives só.
Até quando ficaremos falando para os nossos corações,
as palavras de renúncias e ou, de perdão, 
que por orgulho,tolo orgulho, deveríamos falar 
diretamente um para o outro...
Até quando... vamos deixar que o envolucro
 imaginário, gerado pelo nosso orgulho, nos mantenha intocáveis, dentro do casulo que ele criou...
Até quando, querida...

Cruzeiro

******

Minha magia no seu encanto

(OlhosDe£in¢e)

No seu encanto a minha magia...
Assim vivemos a nos perscrustar.
A cada verso seu
meus olhos seguem a sua alma.

Quisera seu calor receber
naquele abraço demorado,
refúgio de meus sonhos.

Quisera embrulhar o orgulho,
chegar de mansinho em seu retiro,
fazer do encontro do nosso olhar,
a promessa de que amar...
É sentir o seu cheiro,
seu sorriso,
seus lábios nos meus e
desfrutar da delícia
de nossos corpos entrelaçados,
a cada ato de prazer
em sintonia com o amor.

Que o casulo que criamos
se vista de festa,
para abrigar para sempre dois corações,
que com o encanto do amor,
flutuam na magia do sonhar.

Curitiba, 13 de fevereiro de 2005

*******

Clique na figura abaixo 
e envie esta página para até 10 pessoas


CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

 Home

OlhosDe£in¢e

webdesigner
*Ja(Mulher)*