Magia da poesia
(Rosângela do Valle Dias)

Os meus olhos marejados
ora não mais divisam
os encantos do passado.

O inverno aquece minh'alma,
enquanto a escuridão
traz a luz e me acalma.

O silêncio grita a saudade,
feliz tempo de outrora,
que se perdeu na verdade.

Verdade de que o tempo é finito
para os amores passantes
nas luas cheias do infinito.

Ah! Que amor contrito!
O meu, que ao teu se entregou...
Ah! Sonho que um dia sonhou ,
numa aurora abissal,
com um beijo imortal!

Doei meu coração à poesia.
Nos meus versos estão a magia
e as minhas fantasias.

BH/MG
06 de junho de 2007

*********

Poesia... Bálsamo para a minha alma
(OlhosDe£in¢e)

Momentos revistos
Lembranças recuperadas
Dão aos meus olhos
O brilho da saudade
É neste instante que faço
Da poesia a porta-voz de minha alma.

Na poesia estreito a saudade
Encanto-me em versar a vida
Embarco nos versos de amor
Flutuo nos sonhos que delineo.

Poesia, nela desnudo a minha alma
Faço-a confidente
Dos meus mais sentidos sentimentos
Dos meus sonhos desvairados
Da minha crença no amor.

Poesia, amiga de meu sentir.

Nas letras que aglutino
Surgem versos cantando
A vida , a saudade,
o lamento da dor quando
Presencio injustiças.

É na poesia que
Descerro a cortina do meu coração
Apresentando meus sentimentos
Ora em esplendorosa harmonia
Vivaz como o pássaro liberto
Ora em compasso de tristeza
Em lamentos doloridos
Fustigados pela dor do amor.

Poesia... bálsamo para a minha alma!

Curitiba, 8 de junho de 2007.
Às 2h20

 Midi : Night and day - Ernesto Cortazar

 *********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail

OlhosDe£in¢e


webdesigner:
*Ja(Mulher)*