Eterna busca
(Cleide Canton)

Acordo a criatura um tanto ousada
em fomes de desejos incontidos,
na fonte onde morrem, escondidos,
princípios para a paz tão desejada.

Afogo os malefícios pervertidos
no lodo dessa fossa mal fechada,
que faz do amor a fala malfadada
em meios a lamentos denegridos.

Da luz que pouco vemos, quase nada
apraz às mentes sãs, votos vencidos,
na luta que travamos, desregrada.

No sótão dos valores esquecidos
encontro esta canção inacabada,
que ainda busca tons setempartidos.


SP, 13/08/2008
14:15 horas

*********

 
Créditos:
 Midi: i_will_wait_for_you.mid
Imagem: Fazenda Santa Rita (uso exclusivo
do site OlhosDeLince. Proibido uso e reprodução)
 

*********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail
 


webdesigner:
*Ja(Mulher)*

melhor visualização: 1024x768
 

 

                        Foto digital: Silvane Sabóia