Distância
 (Regina Coeli)

Quando seguias,
a te olhar eu ficava.
Teu caminho não era o meu caminho,
sozinha eu continuava.
Tu ias caminhando
e eu parava;
quando olhavas para trás e me chamavas,
eu não te seguia,
sozinho ias,
eu não te acompanhava.
Na tua estrada,
somente os teus passos,
o teu caminhar...
E eu ainda a procurar
quais os passos que eu precisava dar...
Tu seguias, eu estacava,
tu de mim te distanciavas,
eu de ti me separava.
Em busca do meu caminho,
devagar no passo,
eu não te acompanhava.
Um dia senti mais do que vi,
Percebi bem mais do que andei...
Os passos, eles se estreitam no caminho,
se entre quem os dá não há descaminhos...
Andar rente não é o suficiente,
o que importa é verdadeiramente
o que se sente...
Ao me distanciar de ti foi que eu vi
que nem os nossos pés andavam juntos...
E quando bem pra trás eu fiquei,
vendo-te ir embora no teu caminho,
diminuindo meu passo
fui sentindo,
mais do que vendo ou medindo,
que a distância que nos separava
não estava no chão,
mas no coração!
 
*********
 
Créditos:
 Midi: an_affair_to_remember
Imagem: Fazenda Santa Rita (uso exclusivo
do site OlhosDeLince. Proibido uso e reprodução)
 

*********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail
 


webdesigner:
*Ja(Mulher)*

melhor visualização: 1024x768
 

 

                        Foto digital: Silvane Sabóia