Dilema
Marilda Diorio (OlhosDe£in¢e)
 Interpretação:Astir *Carr
 
 
Por qual caminho
direciono o meu coração?
Mergulho na saudade de um grande amor
ou aceito o aceno de um novo amor
abrindo a  porta do meu coração?
 
Dilema de quem vive para amar,
de quem conhece a beleza do amor,
de quem já experimentou 
o sangrar dos espinhos e a maciez
do colchão de pétalas de rosas
na vivência de uma vida a dois.
 
Dilema... Ah! Dilema....
O que fazer com a  saudade
que me move para os cantos
impregnados de cenas
que me fizeram felizes
entre as  nuances do azul
que vestem o céu e o mar?
 
Penso...
No outono da vida,
 as lembranças são mais fortes,
a saudade envolve o passado
em  macio cobertor de prazeres...
 
Mas penso também...
Que no outono da vida
há sabedoria adquirida,
há cores lindas e nostálgicas
nas folhas que caem,
o sol ilumina a esperança e
as estrelas continuam a brilhar
 no caleidoscópio do olhar
insinuando um jeito doce de amar.
 
Ah! Que dilema!
 
 
Curitiba, 29/05/2010,
às 4h50
 

*********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail

webdesigner:
*Ja(Mulher)*