Diálogo sobre o amor 
(Marcial Salaverry &
OlhosDe£in¢e)

- O amor é algo assim,
um misto de alegria e dor, enfim...

- Conheci o amor e com ele aprendi 
os passos do viver a dois .

- Para se amar,
tem que ser a dois esse caminhar...

-Caminhei a dois...
 Hoje seria melhor dizer que estou à espera
do amor maduro, daquele que não existe tempo ,
período ou prazo determinado.

- O amor maduro,é aquele sentimento puro,
não olha o tempo,e supera o contratempo...
Não precisa ser apaixonado,
só tem que ser compartilhado...
Ele simpelsmente chegará...E você feliz estará...

- Por onde andará o eco da minha alma?
Estará ele a me procurar ? 

- O amor não se procura, ele simplesmente aparece,
de repente, acontece...

-Concordo! 
Será que sentirei o calor  da aproximação do amor nas minhas entranhas, nos meus olhos sonhadores e no meu coração adormecido ?

- O amor para surgir, basta você permitir...
Deixar seu coração despertar, livre para amar...

- Minha sensibilidade prevê, que mansamente ele chegará...
Construiremos uma estrada de alamedas floridas
com espinhos sem venenos, para a paixão despertar e
o gosto do desejo sentir.

- Assim ele surgirá, e então você sonhará...
Terá seu jardim florido, e muitas flores no caminho percorrido...
O verdadeiro amor não é a paixão enlouquecida,
mas no simples prazer que ele nos dá pela vida...

-Quando o amor chegar... Sentirei na boca a saliva do amor, nas mãos o tatear do corpo 
com arrepios silenciosos, quebrados pelos ais e uis 
de um diálogo de amor !


- Esse diálogo amoroso, esse arrepiar gostoso,
esse antegozo do gozo, é o real momento de prazer,
a ser vivido quando o desejo aparecer... 

- Por onde andará, esse amor ?
- Saia a janela, quem sabe lá estará...

Santos, 23/02/2004
Curitiba,  23/04/1004

*****
Clique na figura abaixo 
e envie esta página para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

 Home