Conversando comigo
 (Rosângela do Valle Dias)

No emaranhado das tramas do viver,
no cadenciado amadurecer...
No encontro do que sou
com o que penso que tu és...
Na verdade de não encantar, apenas,
com o que se espera.
Na humildade,
sabedoria de amar apesar de...
Na minha transparente criança interior
deixei acessível a pureza da minh'alma
para quem quisesse enxergar e amar.
Tantos foram os que,
no silêncio que abençoa os puros,
se aconchegaram e permaneceram!
Outros tantos se confundiram com
o seu próprio eu,
pensaram conhecer o outro por si
e não reconheceram o amor ao próximo...
Quantos ainda teimam em acreditar no
que imaginam ser a verdade e despedaçam
outro coração, sem verbalizar.
As marcas indeléveis vão se somando.
Endurecem o sentimento da compaixão.
Felizes os amores reconhecidos nos
caminhos da felicidade!
Eu grito o meu amor por ti,
meu irmão,
meu amigo,
meu espelho encantado no viver de cada dia!
Para ti, o meu canto sereno,
na paz que te desejo transmitir.

BH/MG
11 de fevereiro de 2010.
 
*********
 
Créditos:
 Midi: 0ne_more_kiss- Renato Coelho
Imagem: Fazenda Santa Rita (uso exclusivo
do site OlhosDeLince. Proibido uso e reprodução)
 

*********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail
 


webdesigner:
*Ja(Mulher)*

melhor visualização: 1024x768
 

 

                        Foto digital: Silvane Sabóia