CONTRAPASSO
( inspirada no poema Descompasso de Hilma Ranauro)
(Cleide Canton)
 

 

Faço-me neutra,

mas esperam o meu julgamento.

Mostro-me tola

e deturpam meu pensamento.

 

Vêem-me várias,

mas só há uma em mim.

Buscam-me, meio,

mas esquecem que sou fim.

 

Guardo-me livre,

mas colocam-me algemas.

Querem  soluções

e enterram-me em problemas.

 

Dispo-me da farsa

em atalhos do desamor.

mas escondem, em teorias,

meu juízo de valor.

 

Cegam, com desculpas,

a minha  observância

e desafiam, sem pudor,

a minha tolerância.

 

Olham-me,

estudam-me,

cobram-me

desafiam-me...

E têm-me como não sou.
 

*********
 
Créditos:
 Midi: i_will_wait_for_you.mid
Imagem: Fazenda Santa Rita (uso exclusivo
do site OlhosDeLince. Proibido uso e reprodução)
 

*********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail
 


webdesigner:
*Ja(Mulher)*


melhor visualização: 1024x768
 

 

                        Foto digital: Silvane Sabóia