A Luz que se acende
(OlhosDe£in¢e)
Interpretação
:Astir *Carr

No túnel do passado
Deixei em um canto qualquer
Todas as maldades que um dia
Fizeram festa em meu coração

Bloqueei com a muralha da sabedoria
As lembranças que me fizeram sofrer
Tranquei a porta do passado
Com a firmeza
De quem acorda de um sonho ruim
E que acredita que o mal
Nos faz crescer lapidando a alma.

Com meu olhar de esperança
Abri a porta do túnel do futuro
Espreitei de mansinho
Tentando visualizar o amanhã
Encontrei um facho de Luz
Mostrando-me o caminho ainda a seguir
Sabendo que o novo me espera
E que o meu coração limpo
Aguarda novo habitante
Na esteira da maturidade.

Deus na sua infinita sabedoria
Sabe a hora certa de nos presentear
Sabe tanto, tanto...
Que me deu de presente
Algo muito especial
Que me fez novamente acender
A chama do amor.

Em meu coração
Jamais haverá o triunfo do mal
Haverá sim, a dor da decepção
Mas a vitória do mal, jamais!
O que é ruim, abate-se e
Sabiamente elimina-se.

No túnel do futuro
A Luz da esperança
A cada novo dia torna-se maior
Enfileirando meus sonhos
para em um novo coração morar.

Curitiba/Brasil
1/12/2006
Às 13h50

Versão em espanhol

*********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail

OlhosDe£in¢e


webdesigner:
*Ja(Mulher)*