Agora ...Poesia pura!
 (Vera Mussi)

O coração se apaixonou ...
Na verdade, foi pelas poesias!
Pretendia ser feliz...
Aprofundou-se naquela raiz...
E por um dia ...
Amou!

Às cegas ...Caminhou ...
Vigilante...Confiante!
Caminhou só ...
Tentou encontrar a direção
da felicidade
Da amizade restou a solidão!

Voltou repleto de emoção
Perdeu-se nos atalhos...
Uma paixão em mil retalhos
Viveu!
Amor bendito, sem sentido!

O sentimento seguiu o enredo...
O verso viveu o que deixou escrito
Com a magia da sedução...
Abandonou o nosso segredo...
O coração foi proscrito!

Encontrou um abismo ...
Legítima confissão
Flagrante narcisismo ...
Do amante, ficou refém .
Do caminho do bem foi
Seqüestrador!
Na desventura ...
A imensa dor!

Restou a emoção da melodia ...
Tão cantada além ...
No futuro ...não se detém.
Do coração amante, a fantasia
Outrora ... tão errante.
Doce ilusão...tão descrente !

Desse amor de um só dia,
Foi nascente ... por acaso
No poente ... só ternura
Pretende sobreviver ao descaso...
Sem amargura.
Agora ...Poesia pura !


2005
http://www.veramussi.com.br
 
 
*********
 
Créditos:
 Midi:Pathetique symphony - Strings Orquestre
Imagem: Fazenda Santa Rita (uso exclusivo
do site OlhosDeLince. Proibido uso e reprodução)
 

*********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail
 


webdesigner:
*Ja(Mulher)*

melhor visualização: 1024x768
 

 

                        Foto digital: Silvane Sabóia