À espera
(Caio Lucas & OlhosDe£in¢e)

Ainda te espero,
mesmo sem notícias,
estou aqui,
no mesmo lugar,
com o mesmo amor,
hoje ele dói,
amanhã, não sei.

A espera também é minha,
seu silencio ainda dói!
Por que não tenta me chamar?
Por que não bate em minha porta?


Espero quanto quiser,
volte um dia,
mesmo que não venha nunca,
ainda assim, meu amor vai estar aqui,
sempre pronto, sempre seu.

Eu estou a sua  espera.
Faço da janela a moldura
do meu sonho... você!
A cada dia conto as folhas,
que caem da árvore,
que assiste tristonha,
o meu olhar perdido
procurando pelo o seu sorriso!

É uma espera sem fim,
mesmo que o não
se torne nunca mais,
deixo seu amor separado,
vai estar onde deixou,
dentro do peito
e para você.

Não faça isso!
Não deixe o meu amor
separado em seu coração .
Venha logo , venha?
Cole o seu coração no meu.

Qualquer noite me telefone,
queira ouvir minha voz,
grito para que ouça,
tudo seu ficou em mim,
estou impregnado de tantas coisas suas,
acho que um dia virei você e me perdi.

Sabia que ouço a sua voz
enquanto durmo?
Ou será que é acordada?
Vem ? Não espere a dor
tornar-se doída demais.
Vem fazer meus olhos
abrigar as estrelas, vem?

De tudo, só ficaram lembranças em mim,
você nunca amou como eu.
Sabe, amor,
acho que tenho exageros de sentimentos,
tudo foi pra você,
até eu...

As lembranças são saudades...
Meu amor é como o seu,
exagerado e infinito...
Vem? A porta está aberta...
Vem?

*****
Clique na figura abaixo 
e envie esta página para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

 Home

webdesigner:
*Ja(Mulher)*