A descoberta do amor
Marilda Diorio(OlhosDe£in¢e)
Interpretação:Astir *Carr

De repente...
Percebi-me a olhar o céu,
com suas nuvens deslizantes 
em formatos aleatórios,
que só os meus olhos 
entendem as suas formas.

De repente...
Quero abraçar a lua,
fazer um colar de estrelas
para que todos notem, 
o quanto a felicidade
está a refletir em meu olhar.

De repente...
Percebo que a minha vida
está mais leve,
mais iluminada e 
mais linda do que ontem.

Notei que...
A luz se acendeu iluminando a trilha do meu coração, 
a vida tornau-se mais colorida com pinceladas inusitadas de alegria, 
as flores desabrocharam e perfumaram 
o meu jardim de esperanças, 
No cais de meus sonhos,
o paraiso do amor aportou .

O silêncio solitário da noite,
ganhou a cumplicidade de alguém especial, 
que mansamente com seus versos
entrelaçou-me na alma e no coração .

A cada novo dia... 
Sinto-me a flutuar nas suaves melodias,
que abrigam os versos escritos a dois, 
segredos que armazenamos em nossos corações.

Nos espontâneos sorrisos, 
nos olhares sonhadores
e na sensação de saudade
que fica a cada despedida...
Consigo enfim perceber, 
que estou infinitamente... 
amando e sendo amada.

É... É isso !
O amor chegou, 
nas asas do carinho,
unindo dois corações solitários,
que hoje se alimentam de felicidade.

Curitiba, 30 de abril de 2005

*****

Clique na figura abaixo
e envie esta página para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home
 

OlhosDe£in¢e

Wedesigner:
*Ja(Mulher)*